Prefeito de Cachoeira de Goiás terá que devolver carro público que era usado indevidamente

Mistsubishi L200 era utilizada para fins particulares do gestor

Foto: Reprodução

A juíza Bianca Gonçalves deferiu pedido de liminar que obriga o prefeito de Cachoeira de Goiás, Geraldo Antônio Neto, a devolver uma caminhonete Mitsubishi L200, doada ao Executivo, utilizada indevidamente pelo gestor.

A ação, proposta pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO), foi encabeçada pelo promotor de Justiça, Murilo Frazão. Segundo ele, o MP recebeu diversas representações informando que o prefeito estaria usando o veículo público para fins particulares.

Agora, o denunciado terá um prazo de dez dias para a providência, que, segundo o MP-GO, deverá ser realizada mediante a assinatura de um termo de responsabilidade.

O coordenador do Núcleo de Controle de Vetores do município, Gilberto Dias Rosa, ficará incumbido de fiscalizar o uso do veículo proibindo o prefeito e terceiros de utilizarem a caminhonete para outros fins.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Maria Santissima

Só me faltava essa. Agora é tudo motivo de aparecer no jornal. Redes sociais. Afs … Cansada de ler notícias de interesse dos políticos adversários.né.