Prefeita da cidade de Goiás elogia parcerias de Marconi com administração municipal

Telma Bastos entregou simbolicamente ao governador o Termo de Conclusão de Obra, que marca o término da requalificação do Cine Teatro São Joaquim na cidade

Governador Marconi Perillo e prefeita Selma Bastos | Fotos: Eduardo Ferreira

Em dois atos de forte abrangência cultural, o governador Marconi Perillo lançou, na noite desta sexta-feira, na cidade de Goiás, a 19ª edição do Festival de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) e inaugurou, em parceria com a prefeitura de Goiás e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Cultural (Iphan), a requalificação do Cine Teatro São Joaquim, principal espaço cultural antiga Vila Boa.

O governador, ao saudar os vilaboenses pelo novo espaço cultural, falou de sua felicidade em lançar, numa única noite, o restauro do Cine  Teatro São Joaquim e a 19ª edição do Fica, festival do qual teve a honra de lançar em 15 oportunidades. Disse que nunca deixou, desde que se elegeu governador, que alguém faça uso político da cultura. Por exemplo, explicou, sempre defendeu o nome de Salma Saddi na superintendência do Iphan.

Durante a solenidade de inauguração, a prefeita da cidade de Goiás, Selma Bastos (PT), comparou o Cine Teatro São Joaquim a um “templo”, onde se professa a cultura. Ela destacou a parceria com o governo do Estado e ressaltou que o teatro é a primeira obra do seu segundo mandato. “Estamos colhendo hoje mais um fruto dessa exitosa parceria”, disse Selma, referindo-se à requalificação do mais novo espaço cultural da antiga Vila Boa.

Ela pediu à secretária estadual de Educação, Raquel Teixeira, que o Cine Teatro seja ocupado também por estudantes de música e futuros cineastas. A prefeita também falou das expectativas dos vilaboenses em relação a mais uma edição do Festival de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica), que chega a este ano à sua 19ª edição. Selma Bastos também entregou simbolicamente ao governador Marconi Perillo pelo Termo de Conclusão de Obra, que marca oficialmente o término da requalificação do Cine Teatro São Joaquim.

Governador Marconi na cidade de Goiás

Raquel Teixeira, secretária estadual de Educação, pasta que vai administrar o Cine Teatro, disse que foi uma noite de “celebração” pela perfeita sintonia entre os três entes federativos – União, Estado e Município. Raquel citou, por exemplo, a sólida parceria do governo do Estado com a prefeitura da Cidade de Goiás. Segundo ela, essa parceria é tão perfeita que fez com que Goiás conquistasse o primeiro lugar na correta aplicação do PAC das Cidades Históricas em todo o País. Raquel informou que o Cine Teatro São Joaquim será palco principal da mostra 19ª edição do Festival de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica), que será realizada de 20 a 25 deste mês.

A presidente nacional do Iphan, Kátia Bogéa, afirmou que a requalificação do Cine Teatro São Joaquim é uma obra de muitos. Ela lamentou que, em função da crise política que o País enfrenta, o Ministério da Cultura já teve dois ministros só no atual governo. Kátia Bogéa relatou a luta que trava no Iphan para garantir recursos para revitalização e preservação das cidades histórias.

“Mais do que olhar para trás, precisamos olhar para o futuro”, sublinhou, ao destacar que o Cine Teatro São Joaquim demonstra “o Brasil que nós queremos”, e a defesa da produção cultural fora dos grandes eixos. “Estamos entregando o melhor equipamento cultural de Goiás e um dos melhores do Brasil”, afirmou Bogéa.

A superintendente do Iphan em Goiás, Salma Saddi, disse que não há uma obra sequer, desde que tomou posse na Superintendência do Iphan há 16 anos, que o governador não tenha autorizado. “A nossa amizade hoje não é efetiva, é afetiva”, disse, ao afirmar que “é um prazer” trabalhar com o governador, que sempre a tratou com carinho e delicadeza. “O senhor é afetivo, acho que essa é a palavra”, afirmou, dirigindo-se ao governador, ressaltando que Marconi nunca perdeu o jeito humilde de ser.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.