Preços de passagens internacionais partindo de Goiânia caem até 27%

Oscilação do dólar e aumento do número de viajantes puxam valor dos bilhetes para baixo

 Aeroporto Santa Genoveva  | Foto: Fernando Leite

Vinícius Mendes

Dados da agência de viagens Viajanet mostram que existem mais passagens aéreas promocionais para destinos internacionais no mercado partindo de diversas capitais brasileiras, como Goiânia. Segundo a empresa, os valores dos bilhetes podem ser vendidos até 27% mais baratos em comparação com o mesmo período do ano passado, caracterizado por maior procura por causa das férias.

As informações também indicam que aumentou o número de interessados em viajar neste período do ano: em 2016, por exemplo, a agência vendeu apenas duas passagens com destino a Los Angeles, nos Estados Unidos, partindo da capital goiana. Neste ano, antes mesmo da chegada de julho, já foram vendidos 55 bilhetes saindo do Aeroporto Santa Genoveva. Existem compras realizadas desde novembro de 2016.

Os dados computam apenas passagens vendidas pela agência e reúnem todas as companhias aéreas que operam voos comerciais em Goiás.

A queda dos preços pode ser um fator de explicação para o aumento de viajantes: em 2016, a passagem para Los Angeles saiu, em média, por R$ 3.500. Neste ano, ela é vendida por aproximadamente R$ 1.960 – uma queda de 44%. Já para Buenos Aires, na Argentina, o valor dos trechos de ida e volta foi oferecido por R$ 1.669 no ano passado, enquanto agora pode ser encontrado por R$ 1.300 – uma economia de 22%.

A agência elaborou um ranking onde mede os preços médios das passagens segundo os meses: em julho de 2016, por exemplo, o valor de uma passagem – não considerando o local de partida – para Buenos Aires era de R$ 1.432. Neste ano, ela pode ser encontrada por até R$ 838 para viagens no começo do mês. Santiago do Chile, o segundo destino mais procurado, era vendido por R$ 1.454 em julho, e hoje existem bilhetes por cerca de R$ 1.000.

Ainda segundo a empresa, os destinos preferidos dos brasileiros são, respectivamente, Buenos Aires (Argentina), Santiago (Chile), Miami (Estados Unidos), Madrid (Espanha), Orlando, Nova York e Los Angeles (Estados Unidos), Lisboa (Portugal), Paris (França) e Toronto (Canadá).

Considerando apenas as passagens vendidas partindo do Aeroporto Santa Genoveva, a ordem se inverte: a maior parte dos goianos viaja para Los Angeles, seguida por Orlando e Buenos Aires.

Para o professor de Microeconomia da Universidade Federal de Goiás (UFG), Ricardo Avelino, a oscilação do dólar e o aumento na demanda fez com que o mercado se equilibrasse também com relação aos preços. “Como tinha mais gente podendo comprar a passagem, as companhias aéreas aumentaram as ofertas. Mais gente vendendo e mais gente comprando gerou um novo equilíbrio”, finaliza.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.