Preço mínimo para leilão da Celg deve cair para R$ 2 bilhões, diz Reuters

Marcado para esta sexta, leilão da distribuidora foi cancelado por falta de interessados

Fontes parlamentares afirmaram à agência de notícias Reuters, nesta terça-feira (16/8), que o preço mínimo do leilão da distribuidora goiana Celg-D deve cair de R$ 2,8 bilhões para cerca de R$ 2 bilhões.

O novo valor é menor do que o financiamento de R$ 2,1 bilhões, assumido pelo governo de Goiás, no último mês de julho, para facilitar o processo de venda da empresa.

O leilão de desestatização da Celg-D que estava marcado para o dia 19 de agosto foi cancelado nesta terça-feira (16/8). Segundo a Comissão de Licitação referente ao leilão, a licitação foi considerada deserta por falta de interessados.

O prazo para entrega dos documentos e depósito de garantias pelos investidores interessados no leilão era até as 12 horas desta terça e como não houve entrega dos documentos, a disputa terá que ser remarcada.

Em entrevista à Reuters, o governador Marconi Perillo (PSDB), informou que o leilão provavelmente será realizado em setembro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.