“Precisamos de gestores testados e aprovados, e enxergo no Rodolfo essa qualidade”, diz Hallan Rocha

Ex-presidente do Instituto Goiano de Direito Previdenciário classifica Rodolfo Otávio como gestor “criativo, ousado e responsável” que trouxe grandes avanços à frente da Casag

Com a proximidade das eleições que definirá o novo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Goiás (OAB-GO) em novembro deste ano, os movimentos em busca de musculatura para o pleito se intensificam e os nomes de candidatos começam a se afunilar.

Para o ex-presidente do Instituto Goiano de Direito Previdenciário, Hallan Rocha, a disputa deve ser polarizada e aposta que um dos nomes fortes para assumir a presidência é o de Rodolfo Otávio, atual presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás (Casag).

E é justamente o trabalho à frente da Casag que referendou Rodolfo Otávio como um dos favoritos na disputa, avalia Hallan. “Ele está não só preparado para ser o próximo presidente da OAB, como já mostrou que ele faz e faz de uma forma criativa. Ele é um gestor criativo, responsável e ousado. Como conheceu as dificuldades da advocacia, ele sabe muito bem o que a advocacia precisa. Ele sabe que tem que ter os olhos voltados para aquele advogado que tem passado dificuldades na profissão, aquele que não é jovem mais, mas ainda não conseguiu se inserir na profissão, o advogado jovem e a advogada mulher”, ressalta.

Hallan, que nas últimas duas eleições integrou grupos de oposição — fez parte da OAB Forte e da Nova OAB, liderada por Pedro Paulo Medeiros — hoje diz que sua posição não é a de analisar grupos e sim projetos.

“Eu entendo que a OAB Forte fez muito, deixou um grande legado para a advocacia. Lamentavelmente isso não continuou e vejo que o atual cenário é observar aquele que tem capacidade de gestão. A advocacia vai enfrentar tempos muito difíceis pela frente devido às instabilidades que o país passa e nós precisamos de gestores testados e aprovados, e eu enxergo no Rodolfo essa qualidade. Eu vejo que hoje, mais do que grupos, nós precisamos unir elementos da advocacia com advogados que já foram testados, que já passaram pela gestão, e daqueles que não passaram que possam integrar e que queiram trabalhar pela advocacia”.

Apoiador e defensor da candidatura de Rodolfo Otávio, Hallan Rocha diz que trabalha em prol da aglutinação e da conciliação em torno do presidente da Casag e aposta que a disputa será polarizada.

Avanços na Casag

Hallan enumera as ações desenvolvidas por Rodolfo Otávio á frente da Casa, medidas que o cacifaram para a presidência da OAB.

“A Casag, nos últimos tempos, inseriu por completo todos os serviços que têm a disposição do advogado e dos familiares no meio digital, um avanço necessário para que a categoria possa ter acesso a esses serviços em qualquer lugar do estado. E esses serviços vão além dos produtos que a Casag oferece a titulo de comercialização, como também a título de saúde e os auxílios que serão prestados que também podem ser requeridos por meio remoto”, destaca.

Outro ponto ressaltado por Rocha diz respeito ao reajuste dos planos de saúde oferecidos pela Casag. Hallan explica que eles são reajustado pela sinistralidade, ou seja, quanto mais se utiliza, maior o reajuste. “Esse reajuste no ano passado foi postergado, nesse momento de pandemia em que o advogado esteve com seu escritório fechado e não teve sua atuação de forma plena. Então, isso ajudou muito a advocacia e o que eu tenho observado é que esse reajuste vem sendo reduzido a cada ano, inclusive muito abaixo dos planos individuais da ANS [Agência Nacional de Saúde Suplementar]. Dá para se perceber uma ótima gestão principalmente no controle de auditoria do que é utilizado ou não, e esse trabalho da Casag tem que ser ovacionado”.

Para Hallan, a Casag tem desempenhado com perfeição o seu papel de se inserir na vida do advogado e de seu familiar.

“A OAB tem a necessidade de cuidar da profissão do advogado e a Casag, além de fornecer condições para melhorar a profissão do advogado, como convênios firmados com GoiásFomento com linhas de rédito com juro zero para o advogado utilizar tanto como capital de giro ou para melhoria e reforma de seu escritório, como também cuida da vida pessoal do advogado e seus familiares. Hoje o CEL da OAB é administrado pela Casag, isso faz com que aquela parcela de contribuição financeira que a Ordem deveria utilizar para a manutenção do clube, ela pode utilizar em vários aspectos que forem de necessidade para a atividade profissional. A Casag oferece isso e deixa à disposição do advogado a um custo praticamente zero, já não existe nenhuma taxa a mais para utilizar o CEL, onde ele tem um amplo espaço para o lazer da sua família. A Casag tem esse papel importantíssimo de estar inserida no dia a dia do advogado e da sua família”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.