Pré-candidato a deputado federal, Antônio Faleiros diz que não usa máquina governamental para alavancar candidatura

Ex-secretário do Estado da Saúde fez tal afirmação em resposta às declarações do delegado Waldir Soares, que por sua vez afirmou que alguns pré-candidatos da base eram mais privilegiados do que outros

Após recentes declarações do delegado e pré-candidato a deputado federal Waldir Soares, desconforto surge dentro da base governista entre os que pleiteiam vaga na Câmara Federal. Em resposta às recentes declarações do delegado o ex-secretário do Estado da Saúde e também pré-candidato a deputado federal Antônio Faleiros afirmou que desconhece as reclamações de Waldir. “Eu jamais usei, nem vou usar outras estruturas de poder para alavancar a minha campanha”, disse ao Jornal Opção Online nesta sexta-feira (30/5).

Isso porque na última quinta-feira (29/5) o delegado disse ao Jornal Opção Online que alguns pré-candidatos da base governista são privilegiados em algumas questões, atrapalhando a candidatura de outros. Waldir afirmou que alguns pré-candidatos invadiam o colégio eleitoral dos menos beneficiados e disse que se sentia excluído. “Estou dentro do PSDB e sendo tratado como um estranho”, reclamou.

Faleiros afirmou que não iria falar de outros candidatos, mas que de sua parte essas alegações não têm consistência nenhuma. “Não sei de quem ele está falando, mas de mim não é. Não duvido em um segundo sequer da lisura da minha pré-candidatura.” O tucano sustenta que sua campanha é modesta, sem grandes gastos. “Eu possuo o apoio de pessoas que fiz amizade.”

Um exemplo disso, segundo o pré-candidato, é quando estava à frente da Secretaria de Saúde. “Quirinópolis, São Luiz, Cidade de Goiás, Posse, Formosa e Goianésia foram beneficiadas por laboratórios médicos que encaminhei na época que estava na secretaria. De todos, só tenho o apoio do prefeito de Goianésia, que foi uma amizade que construí ao longo do tempo.” O ex-secretário sustenta que ajudou vários prefeitos, e poderia muito bem cobrar a fatura, pedir apoio, mas isso não é do meu feitio”, afirmou.

Antônio Faleiros explica que ligou para Waldir a fim de entender o motivo das declarações. “Eu o respeito muito e liguei para saber se ele está chateado com alguém. Comigo não foi, porque se alguém esta se beneficiando, usando influência política do governo para alavancar o governo, nesse rol não me incluo.”

Deixe um comentário