Pré-candidato a deputado federal, Rafael Gouveia se filia ao Republicanos na próxima semana

Deputado estadual vai aproveitar a janela partidária para se filiar à sigla comandado por João Campos. Ele tem aval para apoiar Ronaldo Caiado

O deputado estadual Rafael Gouveia (Progressistas) deve aproveitar a “janela partidária” para se filiar ao Republicanos na próxima semana. O político deve concorrer a uma das 17 cadeiras disponíveis para o Estado na Câmara Federal. Ele, inclusive, já consta entre os 18 nomes que devem ir ao pleito pela sigla, a mesma do prefeito Rogério Cruz. Rafael tem apoio das igrejas Assembleia de Deus Ministério Fama e Ministério Vila Nova, cuja base é do presidente do Diretório Regional do Republicanos, o deputado federal e pré-candidato ao Senado, João Campos.  

Segundo o parlamentar, a única condição imposta por ele para se filiar ao Republicanos foi a de que o partido o liberasse para apoiar a reeleição do governador Ronaldo Caiado (UB). “Independentemente de qual posição o partido decidir, eu estarei com o governador e estou atuando para que o Republicanos caminhe com o governador”, explica Gouveia. O deputado foi eleito pelo DC com 23.466 votos, mas migrou para o Progressistas em 2019.

Antes de definir a ida para o Republicanos, o político chegou a ter o passe cobiçado por outras siglas como o PSD, MDB e o União Brasil. No entanto, acertou com o partido de João Campos, pelo qual pode fazer uma dobradinha com o pré-candidato a deputado estadual Henry Almeida, filho do ex-presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Samuel Almeida. Ambos têm base no Ministério Fama.

Evangélico, o político é herdeiro natural da base de João Campos no Ministério Vila Nova. Isso porque, a vaga de Campos no segmento evangélico pode ser aberta em decorrência da tentativa dele de concorrer a única cadeira disponível para o Senado Federal nestas eleições. “Não há ninguém melhor do que Rafael Gouveia, que é pastor, criado na igreja, tem um caráter cristão definido e é um deputado estadual de destaque com atuação reconhecida para ocupar uma cadeira em Brasília”, defende o presidente do Republicanos.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.