Pré-candidato a deputado federal, Felipe Cecílio mobiliza jovens do interior a tirarem título de eleitor

Dentre os mais de seis milhões de pessoas com 16 e 17 anos no Brasil, apenas 830 mil jovens regularizaram o título de eleitor

Felipe Cecílio, pré-candidato a deputado federal | Foto: Reprodução

Em um cenário onde o número de adolescentes aptos a votar é o menor da história, Felipe Cecílio (MDB), neto do ex-senador Mauro Miranda (MDB) e do ex-deputado federal Jamel Cecílio, pré-candidato à Câmara dos Deputados, em Brasília, colocou a mobilização de jovens na sua agenda política. Em viagens ao interior do Estado, o político tem aproveitado para dialogar com jovens com 16 anos ou mais sobre a importância da participação no processo eleitoral e do exercício do direito de votar pela primeira vez antes de completar a maioridade.

No mês de fevereiro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), registrou o menor número de adolescentes de 16 e 17 anos com título de eleitor da história do país. Dentre os mais de seis milhões de pessoas com 16 e 17 anos no Brasil, apenas 830 mil jovens regularizaram o título de eleitor. A situação preocupante, levou políticos, artistas e celebridades a se mobilizarem junto a esse público para que ele tire o título e vote pela primeira vez nas eleições 2022, que acontecem em outubro.

“No dia a dia, nós somos protagonistas das nossas escolhas. E até mesmo nos indignamos ou achamos um absurdo quando querem escolher por nós. Então porque aceitamos isso durante o processo eleitoral?”, provoca Felipe Cecílio. Além das visitas políticas pelo interior do Estado, o pré-candidato tem usado perfis nas redes sociais e em encontros informais com estudantes universitários, para pontuar a importância do dia 4 de maio, que não significa apenas o fim do prazo para tirar o título pela primeira vez, mas também para regularizá-lo em função de ausência nas últimas eleições ou até mesmo por conta de novo domicílio eleitoral.

“Votar é um gesto de suma importância, e cada voto contribui para definir os rumos da nossa cidade, do nosso estado e do nosso país. Juntos podemos fazer história!”, acrescenta. O procedimento para regularizar o título eleitoral é simples e rápido, e pode ser feito pela internet por meio do sistema no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Outra forma prática de consultar eventuais pendências junto à Justiça Eleitoral é o aplicativo e-Título. A ferramenta também é utilizada como título eleitoral digital, substituindo o documento em papel no dia das eleições. Basta fazer o download gratuito em telefones celulares ou tablets de qualquer plataforma (Android e iOS).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.