Portugal empata com Irã e fica em 2º no grupo B. Espanha é líder

Seleção de Cristiano Ronaldo vai enfrentar nas oitavas de final a Seleção do Uruguai, a primeira colocada no grupo A

Ao empatar em 1 a 1 com a seleção do Irã, em partida disputada, na Mordovia Arena, em Saransk, Portugal ficou em segundo lugar no grupo B e vai enfrentar nas oitavas de final a Seleção do Uruguai, a primeira colocada no grupo A. A Espanha, que empatou com Marrocos em 2 a 2, ficou em primeiro no grupo B e vai jogar nas oitavas contra a Rússia.

As seleções de Portugal e do Irã iniciaram a partida com muita disputa pela bola no meio de campo e velocidade no ataque. A primeira jogada perigosa aconteceu, aos três minutos, com Cristiano Ronaldo, que pelo lado esquerdo da área iraniana, chutou forte para a defesa em dois tempos do goleiro Alireza Beiranvand.

Dois minutos depois, o ataque iraniano consegue uma jogada perigosa, com uma infiltração pelo lado direito. A bola chega dividida para o goleiro Rui Patrício, que faz uma defesa corajosa bloqueando o chute do atacante do Irã. Aos 11 minutos, o ataque do Irã escapa pela direita com Jahanbakhsh. Ele passa a bola para Amiri, que finaliza para fora.

Na maior parte do tempo, as duas seleções tentam chegar ao gol em jogadas pelos lados do campo. Aos 17 minutos, Quaresma bate escanteio pelo lado esquerdo, William Carvalho ajeita a bola de cabeça pra Fonte, o zagueiro chuta da entrada da área, mas a bola é bloqueada por Hosseini.

O ataque do Irã responde com uma falta batida da entrada da área por Ramin, a bola passa da barreira de Portugal, mas sai ao do gol de Rui Patrício. O jogo segue igual, com as duas seleções trabalhando a bola até encontrar o melhor momento para ir ao ataque. Cristiano Ronaldo tem se movimentado por vários setores do ataque, procurando confundir a forte marcação da defesa iraniana.

Preocupado em marcar Cristiano Ronaldo, a defesa iraniana esquece livre Quaresma pelo lado direito. É nessa situação que, aos 44 minutos, ele recebe um passe de Adrien Silva. O atacante avança e, da entrada da área, bate forte no canto direito do goleiro Beiranvand, que salta, mas não consegue evitar o primeiro gol de Portugal. Um minuto depois, o árbitro Enrique Cáceres apitou o fim do primeiro tempo.

Espanha x Marrocos

Quem esperava que o Marrocos, já sem chances de classificação, faria um jogo desinteressado contra a Espanha se enganou. Os marroquinos mostraram mais uma vez um time consistente, perigoso e técnico. A torcida marroquina, maioria no estádio, comemorou dois gols e sentiu a vitória contra a favorita Espanha até os 45 minutos do segundo tempo.

Mesmo perdendo por 2 x 1, a Espanha se classificaria, mas Iago Aspas, que entrou no segundo tempo, salvou a honra da sua seleção com um gol de letra. O gol só foi validado após intervenção do VAR, o árbitro de vídeo. Não fosse a tecnologia, muito provavelmente os marroquinos estariam ainda em festa.

Assim como contra o Irã, a Espanha mostrou dificuldades em finalizar seus ataques. Domina as ações no campo do adversário, tem posse de bola esmagadora, mas não consegue fazer o gol facilmente. E de quebra, deu espaços de contra-ataque para o adversário. Diego Costa, centroavante espanhol, pouco fez de marcante na partida. Bem marcado, ficou isolado, sem oportunidade de chutar ao gol.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.