“Porcaria que foi criada com o intestino”, diz líder do Governo no Senado sobre Lei de Abuso de Autoridade

Apesar da fala de Major Olímpio, a deputada Joice Hasselmann afirma que Bolsonaro teme vetar tudo e criar problemas com o Congresso

O senador Major Olímpio, líder do PSL no Senado, classificou a lei de Abuso de Autoridade como “porcaria que foi criada com o intestino e não com o cérebro”. Para ele, que quer o veto total do presidente Bolsonaro (PSL), “a proposta beneficia bandido pune policiais, juízes e promotores”.

Além das críticas do líder, senadores também fizeram um manifesto, que já conta com 35 assinaturas, para pedir o veto integral da lei.

Entre a cruz e a espada

A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou que Bolsonaro manifestou preocupação em relação aos vetos. Ele teria dito que está “entre a cruz e a espada”, segundo a parlamentar.

Segundo Joice, ele falou: “Se eu vetar tudo, crio um problema com parte do Congresso e obviamente a população vai aplaudir. Se eu não vetar nada, crio um problema com a população”.

Ainda conforme ela, Bolsonaro deve vetar alguns pontos, mas ainda não adiantou quais. Ele terá até o dia 5 de setembro para decidir. Dentre as demandas das entidades que representam policiais, juízes e Ministério Público, está o veto o artigo que instituiu a perda do cargo, do mandato ou da função pública como punições para abuso de autoridade e, ainda, um que diz que o policial precisa se identificar ao fazer a prisão.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.