Popularidade de Bolsonaro se mantém estável nas redes sociais; Lula e Moro crescem

Pesquisa do Instituto Quest Pesquisa e Consultoria aponta que, com discurso menos inflamado o presidente da República se manteve na liderança, porém está ameaçado pela ascensão do ex-presidente Lula (PT)

O ex-presidente Lula (PT) e o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro (Podemos) estão em ascensão nas redes sociais, com alta na interatividade, segundo o Índice de Popularidade Digital (IPD) divulgado nesta segunda-feira, 22, pelo Instituto Queast Pesquisa e Consultoria. A pesquisa aponta que o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), continua estável. O presidenciável Ciro Gomes (PDT), também. O levantamento foi realizado entre os dias 1º e 16 de novembro.

Com base nas redes sociais, a pesquisa aponta que, com discurso menos inflamado, o presidente da República se manteve estável, com uma base de 58 pontos na liderança das interações sociais. Bolsonaro, porém, foi ultrapassado pelo ex-presidente Lula no último dia 16 de novembro, quando Lula alcançou 63,9 pontos, acima da estabilidade de Bolsonaro, que ficou com 57,9 pontos. O IPD é divulgado mensalmente e esta foi a primeira vez que o petista ficou à frente de Bolsonaro nas interações nas redes sociais. Lula ficou 1,37 ponto acima do que o atual presidente e, na terça-feira, 16, o último dia da pesquisa, o ex-presidente atingiu o número. Entre o início e o fim da pesquisa, Lula cresceu 27,8 pontos

“Esse estilo mais calado está contribuindo para manter Bolsonaro no pelotão de cima, mas sem grandes volatilidades, como costumava acontecer com ele no IPD nos últimos tempos”, analisa Felipe Nunes, cientista político e diretor da Quaest. Ele também acredita que, no caso de Lula, a repercussão positiva se deu por causa do giro que o petista fez na Europa. “Está relacionada à elevação de pontuação”, comentou o diretor.

Além do petista, o ex-juiz Sérgio Moro também teve destaque no IPD. O presidenciável apareceu em terceiro lugar no último dia da pesquisa, com 30,7 pontos. Os números o colocaram à frente do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 28,9 pontos. O pedetista tem uma forte estratégia nas redes, e se manteve no mesmo patamar, entre 28 e 30 pontos.

O crescimento se deu por conta da filiação de Moro ao Podemos, quando o político adotou um discurso de pré-candidato à Presidência, e isso teria contribuído para os bons resultados do ex-ministro da Justiça. “Moro assumiu a terceira colocação no IPD e teve uma evolução considerável, principalmente se lembrarmos que, no dia 25 de outubro a pontuação dele era de 17,2. Sua candidatura tem chamado a atenção e gerado engajamento e mobilização digital”, avalia Felipe Nunes. “Se isso vai se manter, é outra história. É bom lembrar que outros políticos já obtiveram performance similar em momentos específicos, mas nenhum deles conseguiu sustentar esse bom desempenho por muito tempo”.

Os governadores de São Paulo, João Dória (PSDB) e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), que estão disputando as prévias tucanas para concorrer à presidência da República tiveram, respectivamente, 18,5 e 18,1 pontos no IDP. Os tucanos bombaram nas redes sociais somente quando o governador de São Paulo anunciou a vacinação da Covid-19, e o governador gaúcho assumiu a homossexualidade.

O que é o IPD

O Índice de Popularidade Digital surgiu de pesquisas desenvolvidas pelo grupo de estudos do professor Felipe Nunes (Ph.D.), conduzidas na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) desde 2017, que mostram uma relação direta e positiva entre comportamento político em redes sociais e comportamento eleitoral. Com esses resultados, a Quaest desenvolveu um algoritmo de inteligência artificial, o IPD, para monitorar a popularidade digital de atores políticos e marcas a partir de 152 variáveis coletadas via Twitter, Facebook, Instagram, YouTube, Wikipedia e Google. O IPD é um indicador que varia de 0 a 100.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.