Políticos lamentam morte de empresário goiano

Vítima de tromboembolismo pulmonar, Alessandro Junqueira foi encontrado morto em seu apartamento, nesta terça-feira, 11

Após empresário goiano Alessandro Junqueira, mais conhecido como Lelê, ser encontrado sem vida em seu apartamento em Goiânia, na noite desta terça-feira, 11, políticos lamentaram sua morte através das redes sociais. Lelê é conhecido por criar a Festa da Fantasia e ser sócio de diversas casas noturnas da capital. De acordo com a própria assessoria do empresário, a causa da morte seria um tromboembolismo pulmonar.

Seu médico Raphael Junqueira, responsável por diagnosticá-lo com uma virosa, na última semana, apontou que a morte por tromboembolismo pode ter sido uma sequela tardia da doença recém descoberta. Com o intuito de homenagear o empresário, o próprio prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), se manifestou nas redes sociais. “Lelê projetou nossa cidade Brasil afora por meio da produção de eventos como a Festa a Fantasia”, relembrou o chefe do Executivo municipal.

Parlamentares goianos também não pouparam palavras em publicações virtuais. Entre eles, o deputado federal Lucas Vergílio (SDD-GO), o deputado estadual Delegado Eduardo Prado, e o vereador de Goiânia Leandro Sena (Republicanos). Vergílio ressaltou a perda prematura do empresário, que faleceu com 50 anos, deixando dois filhos: Yan, de 17 anos, e Lanna, de 19.

Ex-secretário Executivo da Prefeitura de Goiânia, Coronel Urzêda, também se manifestou nas redes sociais, além de ter ressaltado que o empresário é cunhado de sua filha, sendo irmão do namorado da jovem.

O velório de Lelê será restrito, sendo realizado no cemitério Parque Memorial, em Goiânia, a partir das duas horas da tarde. O sepultamento será no mesmo local, a partir das quatro.

Uma resposta para “Políticos lamentam morte de empresário goiano”

  1. Avatar Osíris Ponce Leones disse:

    Pode ser sequela da Covid…muito novo! Deus sabe o que faz!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.