Políticos de Senador Canedo são suspeitos de fraudar compra de área da antiga Telegoiás

Venda de área teria sido concretizada por um valor trinta e duas vezes menor que o real

Foto: Reprodução

O vice-prefeito de Senador Canedo, Walter Paulo (PRTB), juntamente com o presidente da Câmara Municipal de Senador Canedo, vereador Rodrigo Rosa (PRTB), são suspeitos de terem fraudado a documentação da compra de um terreno da antiga Associação Recreativa dos Empregados da Telegoiás, localizado na Vila Aurora, ao lado da Polícia Técnico Científica (IML), em Goiânia.

Segundo a denúncia, os envolvidos teriam comprado a área com aproximadamente 60 mil metros quadrados, em uma região próspera e em constante valorização, por um valor muito abaixo do mercado. O valor total pago seria três milhões e seiscentos mil reais, ou seja, cada metro quadrado do terreno saiu por 60 reais.

No entanto, observando-se os valores reais de valorização, o terreno poderia ter sido negociado por aproximadamente cento e quinze milhões de reais. Ou seja, a venda foi concretizada por um valor, mas na realidade a área vale trinta e duas vezes mais que o valor negociado.

Ainda de acordo com a denúncia, a fraude foi realizada no 20º Distrito Policial de Goiânia, quando as assinaturas em cartórios dos presidentes e responsáveis pela antiga Telegoiás foram falsificadas para obter toda área do terreno. Contudo, o acordo inicial de compra e venda seria de apenas uma parte do terreno, cerca de 6 mil metros quadrados da área.

Trecho da escritura | Foto: Reprodução

O presidente da Câmara Rodrigo Rosa teria contribuído com a fraude ajudando na falsificação de documentos em cartórios na capital e também em outras cidades do interior, como Luziânia e Mossâmedes. A reportagem tentou entrar em contato com os envolvidos mas não obteve retorno.

Uma resposta para “Políticos de Senador Canedo são suspeitos de fraudar compra de área da antiga Telegoiás”

  1. JOSE ENOCK CASTROVIEJO VILELA disse:

    Walter Paulo é profissional nestes rolos, participou da malandragem do jóquei clube, da malandragem da casa do Marconi e agora é testa do Divino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.