Policial inativo ameaça Caiado: “Senhor governador, não mexa com os aposentados”. Veja vídeo

Segundo coronel Castilho, secretário de Estado da Casa Militar, a postura “foge a qualquer preceito militar”

Francisco Costa

Circula pelas redes sociais e WhatsApp um vídeo do sargento aposentado João Roberto de Carvalho, no qual alega que o governador Ronaldo Caiado (DEM) quer prejudicar os inativos. Além disso, o agente da reserva faz ameaças ao líder do Executivo estadual.

“Senhor governador, não mexa com os aposentados, principalmente da polícia. Se fizer isso, será o maior tiro no pé, pois vamos parar o Estado. Iremos para as portas dos quartéis e não sairá uma viatura. O senhor será ‘impeachmado’ e causará mortes no Estado, com policiais matando policiais, pois os aposentados têm armas também. Cuidado.”

Este vídeo foi gravado após a divisão do pagamento dos ativos e inativos da Polícia Militar.

Disciplina

Segundo coronel Castilho, secretário de Estado da Casa Militar, a postura do sargento “foge a qualquer preceito militar”. Ele explica que o inativo não está livre do código penal militar ou do código de ética dos militares do Estado. “Mas essa parte de disciplina cabe ao Comando Geral da PM”, justifica.

A equipe de reportagem do Opção também tentou contato com a assessoria de comunicação do governador, mas até o encerramento da matéria não obteve resposta. O espaço permanece aberto.

Veja vídeo:

12 respostas para “Policial inativo ameaça Caiado: “Senhor governador, não mexa com os aposentados”. Veja vídeo”

  1. Marcos alves disse:

    É lamentável que um ex militar tenha um comportamento desse nível! O verdadeiro culpado pela situação do estado e sua caótica situação está ai, solto dando uma de vítima! Não vai ajudar em nada esse comportamento do inativo..Caiado não é de ceder tão facilmente!

  2. Nilvanda disse:

    Tá novo ainda ta bom para trabalhar
    Porque tá recebendo aposentadoria,??????

  3. Antônio Carlos Martins disse:

    Não podemos considerar que se trata de uma ameaça, e sim um desabafo, não existe coisa mais sagrada para um policial militar, o leite das crianças e a sua folga

  4. Edilberto Caboclo de Alencar disse:

    Olhem o adesivo no carro dele. No vidro atrás do banco. É do B17. Agora pergunto, porque não vai até o COISO?

  5. Edilberto Caboclo de Alencar disse:

    Que cara bobo, otario, Zé Ruela.

  6. David Caetano disse:

    A bem da verdade qualquer pessoa está sujeito a responder pelo que falar.
    Ao militar pesa ainda mais a legislação militar ultrapassada.
    É compreensível ver o comando informar que o SGT Joao Roberto de Carvalho poderá ser sujeito a processo na esfera militar, por sua manifestação contra a decisão do Caiado pela negativa em pagar o salário dos Policiais Militares…Quando se tem funções de destaque e bem remuneradas os atrasos no pagamento são suportáveis..

  7. Taylor disse:

    Ele está apenas querendo entrar para a política, quer aumentar sua renda e sabe que o ponto de partida é exatamente este! Não tem personalidade forte, e descobriu que é fácil enganar uma boa parte da população.

  8. RICARDO DIAS CALDEIRA disse:

    se o governador achar que é blefe vai errar, este caso pode criar precedentes para o Brasil todo e para todas categorias de servidores. irá um bocado de gente pra Goiás e haverá enfrentamentos. até agora o governador está demonstrando que era bem melhor como senador, devia ter ficado lá.

  9. Marlene disse:

    O desespero faz coisa
    So quem passa, sabe

  10. Marlene disse:

    O policial ate ele aposentar ele passou muitao trabalho arriscando a propria vida. Para quando aposentar
    Ter uma vida digna. Com confoto. E muitos nao recebe nem 2 mil por mes. E se ainda mexer neste salario. O que pode fazer?
    Outros recebem mais . Mas é por merecimento e se os pms da ativa tem aumento. Os da inativa tambem tem que ter. Pois eles nao deixa de ser importante , muitos correm risco de vida todos os dias .Pelo trabalho que eles exerceram

  11. Marlene disse:

    O desespero faz coisa
    So quem pawsa sabe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.