Policial federal é preso por suspeita de pedir R$ 10 mil para não fiscalizar empresário

Agente teve prisão preventiva e foi indiciado pelo crime de corrupção passiva, cuja pena pode chegar a 12 anos de reclusão

Foto: Reprodução

Nesta terça-feira, 4, um policial federal foi preso suspeito de solicitar R$ 10 mil reais para um empresário de Macaé, no Norte Fluminense. O dinheiro seria para garantir que a empresa não fosse alvo de fiscalizações por parte da Polícia Federal (PF).

De acordo com a PF, o policial, que não tinha atribuição para fiscalizar empresas dessa natureza, foi preso em serviço. Na ação, os policiais apreenderam R$ 10 mil em espécie – quantia essa que, segundo o empresário, foi solicitada pelo agente.

O servidor foi preso preventivamente e indiciado pelo crime de corrupção passiva, cuja pena pode chegar a 12 anos de reclusão. Após apuração, ele ainda poderá ser demitido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.