Policial é mantida refém em rebelião em presídio de Bela Vista

A rebelião começou por volta das 14h30 após agentes plantonistas frustrarem uma tentativa de fuga coletiva na unidade

Policiais tentam negociar desde às 14h30 desta sexta-feira (16/5) o fim de uma rebelião na Unidades Prisional de Bela Vista de Goiás. Pelo menos uma policial é mantida refém pelos cerca de 27 detentos amotinados.

A rebelião começou após agentes plantonistas frustrarem uma tentativa de fuga coletiva na unidade. No meio do tumulto, pelo menos um dos prisioneiros conseguiu fugir. Ele foi identificado como Victor Hugo França Antoneli, detido por tráfico de drogas.

Os detentos remanescentes conseguiram tomar três armas de agentes penitenciários e deram início à rebelião. 14 deles se entregaram e outros 27 continuam amotinados. Três ou quatro seriam da ala feminina. Os rebelados queimaram colchões e outros objetos, e exigem pelo menos cinco coletes à prova de balas.

Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária e Justiça (Sapejus), duas das armas tomadas pelos presos foram devolvidas. De acordo com a Polícia Militar, um dos presos foi baleado na perna e recebeu atendimento médico.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.