Policiais Civis são suspeitos de envolvimento com quadrilha de roubo e receptação de cargas

Segundo informações preliminares, já foram cumpridos mandados de prisão contra um delegado e três agentes

Foto: Leandro Coutinho / Assessoria MP-GO

A Polícia Civil do Estado de Goiás informou, em nota, que os fatos apurados pela Operação Mercúrio, deflagrada nesta quinta-feira, 29, pelo Ministério Público, têm relação com fatos ocorridos em 2014, atribuídos a policiais civis, à época, lotados na Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos e Cargas (Decar).

De acordo com informações preliminares, foram cumpridos mandados de prisão contra um delegado e três agentes. A instituição informou ainda que os fatos estão sendo apurados, também, pela Gerência de Correições e Disciplina da Polícia Civil, que apoiou a operação.

As investigações da Operação Mercúrio duraram cerca de dez meses e tiveram como alvo, uma quadrilha especializada em roubo e receptação de cargas em Goiás, além da realização de buscas nos Estados de Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Pará, Paraná, Mato Grosso, Tocantins e Pernambuco.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.