Polícia resgata cadelas vítimas de maus-tratos no Parque Atheneu

Um dos animais socorridos não resistiu. Outros dois estão internados. Dema instaurou inquérito policial para apurar o crime. Pena pode chegar a quase sete anos de prisão

Apesar de ter sido socorrida pela Polícia Civil, uma cadela vítima de maus-tratos morreu em Goiânia no último domingo, 21. Ela e outras duas foram resgatadas em uma casa no Parque Atheneu, região sudeste da Capital, após denúncia à Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma). Os animais, sem acesso a água e com sinais de desnutrição, eram mantidos em ambiente insalubre, cheio de lixo e de fezes.

Entre as cadelas resgatadas, a que não resistiu foi encontrada em estado grave, deitada em uma poça de lama, sem capacidade de locomoção. A outra estava acorrentada. Já a terceira tinha os pelos cheios de bolores. As três foram encaminhadas para a Clínica Veterinária Popular, que deu apoio à Polícia Civil. As duas que sobreviveram permanecem internadas na unidade.

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) que participou do resgate, instaurou inquérito policial para apurar a prática do crime de maus-tratos. A pena pode chegar a seis anos e oito meses de prisão devido a morte da cadela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.