Polícia registra seis homicídios e três suicídios nas últimas 24h, em Goiânia

Dos casos registrados, apenas um tratou-se de latrocínio. Conforme a Polícia Militar, Thyonisson Campos Santos, de 21 anos, foi morto a tiros durante assalto no Setor Bueno

A capital goiana registrou na última segunda-feira (16/9) seis homicídios, sendo que três casos ainda faltam ser esclarecidos. Duas vítimas, uma delas menor, mortas durante confronto com a Polícia Militar (PM) e a Polícia Rodoviária FederaL (PRF) por volta das 22h no Residencial Brisas da Mata, ainda não foram identificadas.

Dos casos registrados, apenas um tratou-se de latrocínio, isto é, roubo seguido de morte. Segundo informações da PM, o entregador de pizzas Thyonisson Campos Santos, de 21 anos, foi morto a tiros durante assalto no Setor Bueno, bairro nobre da capital. A vítima conduzia uma motocicleta e estava acompanhado de um colega que ficou ferido e foi encaminhado ao Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo). A PM não soube informar se Thyonisson estava a serviço quando foi alvejado.

Em um dos registros ainda a esclarecer está o caso de Elaine Maria Braga, de 35 anos, encontrada morta na Avenida Anchieta, no Setor Universitário. A mulher apresentava corte profundo no pescoço, o que teria causado sua morte. Além disso, em torno do pescoço de Elaine os policiais também encontraram um fio de telefone.

As outras duas vítimas são Jean Alves Ribeiro, de 21 anos, e Donizete Cruz, de 45. Em ambos os casos, as vítimas foram encontradas já sem vida e as motivações para os crimes ainda não são de conhecimento da polícia.

Além dos seis homicídios, a Polícia Civil registrou ainda outros três suicídios na capital na última segunda-feira. Um dos casos ocorreu em um colégio na Vila Redenção, por das 9h. O corpo foi encontrado por alunos da unidade de ensino durante o início da aula de Educação Física, quando os estudantes se dirigiam à quadra esportiva, que fica no fundo da escola.

Conforme a PM, o homem, identificado como um transeunte da região, estava com uma corda fina enrolada ao pescoço amarrada na outra extremidade à grade de uma das janelas do local.

*Atualizada às 13h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.