Policia prende suspeito de matar prima que se recusou a manter relação sexual com ele

Na delegacia o acusado confessou o crime e deve responder por feminicídio  

Foto: arquivo pessoal

Um caso de feminícido ocorrido em Goiânia no ano passado ganhou repercussão nesta semana após a justiça concluir as investigações e apontar que o assassinato foi cometido pelo primo da vítima.

À revista Universa, o delegado Ernane Cazer, da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) aponta que o suspeito, Marcos Vinícius Lopes Fiais, de 21 anos, mantinha um relacionamento aberto com Feliane Tavares Campos há cerca de cinco anos. Marcos teria cometido o crime após ela se negar a ter relação sexual com ele.

Na delegacia o acusado confessou o crime e está preso. Se condenado pela tipificação do feminicídio pode pegar de 12 a 30 anos de reclusão. O delegado afirmou que durante o depoimento Marcos diz não se lembrar do dia do crime.

“Ele disse, de forma tranquila e sem demonstrar ressentimento, que só lembra de apertar seu pescoço, como se estivesse fora de si. Vai responder por feminicídio porque é um crime por causa do gênero, porque ela era mulher”, explicou à Universa.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.