Polícia prende responsáveis pelo assassinato de um torcedor do Goiás em agosto

Autor de disparos que motivaram a morte de torcedor do Goiás foi preso preventivamente

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Nesta terça-feira (13/11), uma equipe da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios prendeu os responsáveis pela morte de Matheus Capuzo Lorenço Martins, assassinado em agosto deste ano. A vítima era torcedora do Goiás Esporte Clube e foi alvejada, após um jogo de futebol, por torcedores do Vila Nova.

O crime ocorreu no dia 25 de agosto deste ano. De acordo com relatos da polícia, a vítima assistia a um jogo entre Goiás e Vila Nova em um bar no setor Itatiaia e, após deixar o local com mais quatro amigos, foi perseguida por dois veículos e uma moto por, aproximadamente, quatro quilômetros.

Segundo relatos, o carro em que Matheus estava foi obrigado a parar em um semáforo. Nesse momento, torcedores do Vila Nova saíram dos veículos que os perseguiam e passaram a agredir os esmeraldinos com socos, chutes, pauladas e auxílio de capacetes. Um dos agressores chegou a dar seis disparos com arma de fogo e um deles atingiu o abdômen de Matheus.

Ele foi assistido pelos colegas no momento do disparo, mas não resistiu e morreu dois dias depois. O autor dos disparos, João Luccas Amancio, foi um dos capturados pela polícia na manhã desta terça (13/11). Ele foi preso preventivamente.

José Amancio, José Carlos Bezerra e Marcelo José Rosário também foram presos preventivamente. Além deles, Marcelo Vinícius Assunção foi preso temporariamente pela investigação. Foram cumpridos, ainda, sete mandados de busca e apreensão nos endereços dos suspeitos, inclusive na casa do avô dos irmãos João e José Amancio, que pode ser o proprietário da arma de fogo utilizada no crime.

De acordo com a polícia civil, nos endereços dos suspeitos foram apreendidas três armas de fogo. A investigação, que teve apoio da GOI- Gerência de Operações e Inteligencia, foi realizada sob coordenação da delegada Myrian Vidal, da DIH.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.