Polícia prende psicólogo que estuprou criança de 9 anos durante consulta

O profissional beijava a criança e passava as mãos nas partes íntima da menina. O assédio durou de 2016 a 2018, quando a criança contou aos pais o que estava ocorrendo

Um psicopedagogo (não teve o nome revelado pela polícia, que alegou respeitar a Lei de Abuso de Autoridade) é apontado como suspeito de estupro de uma criança de 9 anos durante as consultas. O homem tem 65 anos. E foi preso pela Polícia Civil de Brasília.

O psicólogo teria violentado a criança de 2016 a 2018. Mas só foi preso agora. Ele havia fugido e estava morando em João Pessoa, na Paraíba. Está preso na Carceragem do Departamento de Polícia Especializada, em Brasília.

Psicólogo (de roupa branca) preso por estuprar criança de 9 anos | Foto: Reprodução de foto da Polícia Civil

O profissional beijava a boca e passava as mãos nas partes íntimas da menina. Seu consultório ficava na Asa Norte, em Brasília. Ele atendia pacientes da classe média.

A menina só revelou os abusos aos pais quando já tinha 12 anos.

A delegada-chefe da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, Simone Pereira da Silva, disse que “as investigações concluíram que o crime de estupro de vulnerável era cometido pelo suspeito e a ordem de prisão preventiva foi cumprida após um grande trabalho de inteligência”.

O psicólogo pode ser condenado a uma pena de 8 a 15 anos de prisão, dado o estupro de vulnerável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.