Polícia prende modelo que aplicava golpes na internet

Bruna Menezes vendia produtos importados em redes sociais e não os entregava. Ela chegou a fingir ter câncer para receber dinheiro de um ex-namorado

| Foto: Reprodução Instagram

A estimativa da Polícia Civil é de que ela pratique crimes há cerca de cinco anos| Foto: Reprodução Instagram

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (DECON) prendeu, nesta terça-feira (12), Bruna Menezes, uma estelionatária que aplicava golpes em redes sociais. A mulher, modelo, jovem e bonita, mantinha vários perfis on-line e fingia vender produtos como artigos de beleza e celulares para tirar dinheiro das vítimas.

Apelidada de Barbie nas redes sociais, Bruna pratica crimes há cerca de cinco anos em Goiás e ainda em outros estados, como Rio de Janeiro e Distrito Federal. A Polícia Civil já recebeu mais de 20 denúncias contra a modelo. Ela vendia os produtos e, ao receber, chegada a usar supostas doenças de parentes como desculpa para não entregá-los.

Bruna foi detida em um apartamento no Jardim Goiás, bairro nobre de Goiânia. Ela estava sozinha no momento da prisão e a suspeita da Polícia é de que ela estava se escondendo. Bruna inclusive apresentou uma identidade de uma prima quando a equipe pediu seu documento.

Na internet, várias vítimas de Bruna criaram grupos para alertar sobre os golpes praticados por ela. A estimativa da Polícia é de que mais de 100 pessoas tenham sido enganadas pela estelionatária.

Outros estados

A uma das vítimas, um analista de sistemas do Rio de Janeiro com quem ela manteve um relacionamento, Bruna mentiu que tinha câncer e pedia dinheiro para arcar com o tratamento. Ele depositou quantias que somaram R$ 15 mil em uma conta poupança no nome dela.

Para sua surpresa, em visita a Goiânia, descobriu, ao conversar com a família de Bruna, que ela não estava doente. A investigação descobriu que ela chegava a forjar mensagens, se passando por seu pai, falando sobre seu suposto tratamento. A Polícia investiga ainda dois casos em Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.