Polícia prende integrantes de milícia em megaoperação na Baixada Fluminense

Ao todo, cinco policiais militares foram indiciados por suspeita de colaboração com organização criminosa. Entre os chefes do grupo estão um PM e um ex-PM

São cumpridos 32 mandados de prisão preventiva e 71 de busca e apreensão contra milícia que atua na Baixada Fluminense. Foto: Reprodução.

Nesta quarta-feira, 27, a Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro deflagraram a Operação Consagrado, uma ação que deve cumprir 32 mandados de prisão preventiva e 71 de busca e apreensão contra milícia que atua na Baixada Fluminense.

A operação investiga uma organização criminosa estruturada que obtém vantagem indevida com práticas de crimes graves, como homicídios, extorsões e porte ilegal de arma de fogo. Além disso, o grupo explora sinal clandestino de TV e internet, serviço de segurança e pontos de mototáxi.

Ao todo, cinco policiais militares foram indiciados, três deles por suspeita integrarem a milícia. Entre os chefes do grupo estão um PM e um ex-PM.

Outros dois PMs, lotados no batalhão de Mesquita, foram indiciados por corrupção passiva. De acordo com as investigações, eles recebiam pagamentos para não coibir a atividade criminosa. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.