Polícia Civil prende homem por tentativa de feminicídio em Mundo Novo

Suspeito de 33 anos utilizou um pedaço de viga de madeira para desferir golpes na cabeça e no rosto da vítima

Vítima ficou bastante lesionada por pedaço de viga de madeira│ Foto: Divulgação

A Polícia Civil (PC) prendeu na manhã desta quinta-feira, 17, um homem suspeito de tentativa de feminicídio. A prisão foi realizada em parceria com a subdelegacia de Mundo Novo, em flagrante. 

O suspeito, um homem de 33 anos, não teria aceitado o término do relacionamento com a vítima, uma moça de 24 anos. A delegada responsável pelo caso, Luiza Veneranda Pereira Batista explicou que o suspeito, por não aceitar o fim do relacionamento, pegou uma viga de madeira e desferiu diversos golpes na cabeça e rosto da vítima. Após o crime, o homem fugiu do local, rumo a uma região de mata. 

Em depoimento, o homem não negou as acusações. Segundo ele, os dois estavam bebendo juntos e iniciaram uma discussão, o suspeito afirmou não se recordar do número de golpes, pois estava bêbado. 

De acordo com a delegada, os golpes desferidos pelo suspeito abriram diversos cortes na cabeça da vítima. Além dos cortes, a vítima teve quase todos os seus dentes quebrados. 

Após a tentativa de feminicídio, a vítima foi encaminhada para o Hospital Municipal de Mundo Novo. A delegada Luiza Veneranda disse que a vítima ainda aguardava transferência para uma UTI em Goiânia, segundo a última informação que havia recebido. 

Após a apuração inicial, o homem foi transferido para Nova Crixás. A delegada já iniciou as investigações, pois o suspeito foi preso em flagrante. Neste caso não é necessária a representação por parte da vítima. Segundo Luiza Veneranda, a tendência é que o suspeito continue encarcerado após a audiência de custódia. “Acredito que ele vai se mantido preso devido às lesões que causou na vítima. É possível notar que ele não queria apenas machucar, ele queria matar. Quem utiliza uma vigota daquele tamanho não quer apenas lesionar, quer matar”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.