Polícia prende em flagrante homem que usou foto de médico no perfil do WhatsApp para aplicar o golpe em família

O suspeito confessou a participação no crime, após a comunicação de sua prisão, está à disposição da Justiça. Já o inquérito policial deve ser concluído em 10 dias

A Polícia Civil, por meio do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GREF/DEIC), prendeu em flagrante, na tarde dessa terça-feira, 15, um homem que se passou por um médico do interior de Minas Gerais e solicitou um depósito de aproximadamente R$ 5 mil para os parentes da vítima.

O investigado usou a foto do médico no perfil do WhatsApp para tentar enganar os familiares, que não caíram no golpe. Desconfiado do pedido, o pai da vítima entrou em contato com seu filho, que estava em viagem de férias, a fim de confirmar a veracidade do pedido, ocasião em que descobriu toda a farsa e noticiou o crime à Polícia Civil.

Se acordo com a Polícia Civil trata-se de crime de estelionato. As equipes do GREF/DEIC fizeram os levantamentos necessários para localizar o autor do golpe, um homem de 31 anos, acabou preso no Setor Jardim Atlântico, em Goiânia. O suspeito confessou a participação no crime, após a comunicação de sua prisão, está à disposição da Justiça. Já o inquérito policial deve ser concluído em 10 dias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.