Polícia prende associação criminosa que vendia diplomas falsos

Segundo os levantamentos iniciais, existem mais de 300 vítimas, algumas delas exercendo, de forma possivelmente irregular, atividades profissionais

Foto: Divulgação

Quatro pessoas tiveram a prisão temporária decretada nesta sexta-feira (25/5) por oferecerem cursos de extensão universitária sem o reconhecimento do Ministério da Educação e por intermediar a entrega de diplomas falsos de conclusão de cursos superiores.

A Operação Kairós foi deflagrada pela equipe da Delegacia de Polícia Civil de Pirenópolis, com apoio operacional da 3ª Delegacia Regional de Anápolis e unidades, bem como do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Niquelândia.

Os quatro mandados de prisão temporária e seis mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de Pirenópolis, Niquelândia e Jussara.

Segundo os levantamentos iniciais, existem mais de 300 vítimas da associação criminosa, algumas delas exercendo, de forma possivelmente irregular, atividades profissionais ligadas aos golpes perpetrados pela quadrilha.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.