Polícia prende associação criminosa que vendia diplomas falsos

Segundo os levantamentos iniciais, existem mais de 300 vítimas, algumas delas exercendo, de forma possivelmente irregular, atividades profissionais

Foto: Divulgação

Quatro pessoas tiveram a prisão temporária decretada nesta sexta-feira (25/5) por oferecerem cursos de extensão universitária sem o reconhecimento do Ministério da Educação e por intermediar a entrega de diplomas falsos de conclusão de cursos superiores.

A Operação Kairós foi deflagrada pela equipe da Delegacia de Polícia Civil de Pirenópolis, com apoio operacional da 3ª Delegacia Regional de Anápolis e unidades, bem como do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Niquelândia.

Os quatro mandados de prisão temporária e seis mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de Pirenópolis, Niquelândia e Jussara.

Segundo os levantamentos iniciais, existem mais de 300 vítimas da associação criminosa, algumas delas exercendo, de forma possivelmente irregular, atividades profissionais ligadas aos golpes perpetrados pela quadrilha.

Deixe um comentário