Polícia prende assassino do empresário Rildo Brasão

Caso ficou famoso porque cena foi registrada pelas câmeras de segurança da empresa da vítima, que chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos onze tiros que o acertaram

| Foto: Reprodução Câmeras de Segurança

Fernando confessou o crime em depoimento logo após o crime, mas estava em liberdade até essa sexta-feira | Foto: Reprodução Câmeras de Segurança

A Polícia Civil prendeu, nesta sexta-feira (27/11), Fernando da Rocha Nascimento, de 39 anos, que assassinou, em 26 de outubro, o empresário Rildo Brasão. Fernando cometeu o crime quando a vítima chegava para trabalhar, no Jardim Ipiranga. Fernando se apresentou à Polícia um dia após o ocorrido e, por ter feito isso, foi liberado.

O mandado de prisão foi expedido nesta sexta-feira porque ele deveria ter apresentado a arma usada no crime, mas não o fez. O caso ficou famoso porque a cena foi registrada pelas câmeras de segurança da empresa. Rildo estava em seu carro quando Fernando passou em outro veículo e desferiu onze tiros. A vítima estava armada e tentou revidar os disparos, mas não conseguiu.

Rildo chegou a ser socorrido no Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), mas não resistiu. De acordo com a polícia, no dia do seu primeiro depoimento, Fernando não demonstrou arrependimento.

Segundo a Polícia Civil, a motivação do crime foi passional: Rildo teria se envolvido com a esposa de Fernando. Ele ainda não prestou depoimento. Fernando responderá pelo crime de homicídio e ficará em prisão temporária por 30 dias.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.