Polícia prende aliciador da Máfia dos Concursos

Edney de Oliveira Santos estava foragido desde a deflagração da segunda fase da Operação Panoptes

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, nesta terça-feira (7/11), mais um integrante da Máfia dos Concursos, uma esquema de fraude em processos seletivos públicos que atuava em Brasília e no Estado de Goiás.

Edney de Oliveira Santos estava foragido desde a deflagração da segunda fase da Operação Panoptes. Conforme as investigações, ele aliciava aliciava candidatos e fornecia sua conta à organização criminosa para recebimento de pagamentos.

A ação foi deflagrada no dia 30 de outubro, simultaneamente no Distrito Federal e em Goiás. Na capital do país, a polícia cumpriu cinco mandados de prisão preventiva, três de detenção temporária, oito de condução coercitiva e 15 de busca e apreensão

Do Estado de Goiás foi preso André Luiz dos Santos Pereira, que teria comprado vaga para um dos certames. De acordo com os delegados, assim como Edney, André também está envolvido com o caso da moeda virtual Kriptacoin, investigada no âmbito da Operação Patrik.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.