Polícia já capturou 11 detentos que fugiram de presídio no Paraguai

No entanto, maioria dos recapturados teriam pouca expressão na hierarquia do PCC

Presos teriam fugido da prisão através de um túnel | Foto: Reprodução

Onze presos que fugiram da penitenciária de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, no último dia 19, foram recapturados. O último foi Mauro Vieira, de 26 anos, capturado pela polícia paraguaia em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. Ao todo, fugiram 75 detentos ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC).

Vieira estava tomando banho em um córrego quando foi pego pela polícia paraguaia. Ele chegou a ameaçar os policiais dizendo que é importante na hierarquia da associação criminosa. Vieira, quando fugiu, comemorou a saída em redes sociais.

O secretário de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) de Mato Grosso do Sul, Antônio Carlos Videira, afirmou que as principais lideranças do PCC não devem estar mais na região. E que a maioria dos capturados teriam pouca expressão na hierarquia do PCC. No entanto, diz que equipes da polícia estão atrás dos fugitivos, com carro descaracterizados.

O diretor do presídio paraguaio e 30 agentes chegaram a ser presos por supostamente terem recebido propina para facilitar a fuga em massa dos detentos.

Ao menos 40 dos foragidos são brasileiros, incluindo David Timoteo Ferreira, um dos principais chefes da facção no país.

Um túnel, que ligava as áreas interna e externa da prisão, foi encontrado pela polícia, mas não se sabe se foi efetivamente usado para a fuga em massa ou se era uma distração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.