Polícia identifica supostos autores de crimes de ameaça contra dirigentes do Goiás Esporte Clube

Dez torcedores são apontados como autores dos crimes de ameaça e apologia a prática de crimes contra presidente e diretor do time goiano

Presidente Executivo do Goiás Esporte Clube, Dr. Marcelo Almeida | Foto: Reprodução

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos identificou dez torcedores suspeitos de serem os autores dos crimes de ameaça e apologia a prática de crimes contra o presidente do Goiá Esporte Clube, Marcelo Almeida, e um dos diretores do time. Os crimes teriam sido motivados pela intenção de demonstrarem a insatisfação pela atuação do time de futebol no campeonato brasileiro.

Os suspeitos enviaram mensagens ameaçando a integridade física e a vida dos dirigentes, além de incitarem os demais torcedores a praticarem danos contra o patrimônio do Goiás Esporte Clube, bem como a praticarem atos de vandalismos em vários locais da capital Goiana.

Segundo informações da Polícia Civil, os crimes foram comprovados pelas mensagens virtuais que foram recebidas pelas vítimas e as condutas estão devidamente individualizadas, sendo que cada torcedor identificado arcará com a responsabilidade de seus atos criminosos.

Dentre os torcedores identificados encontram-se moradores de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Caldas Novas. O Inquérito Policial está em fase de conclusão e será remetido para o Poder Judiciário de cada uma das três cidades citadas. Procurado pela reportagem, o time esmeraldino não comentou o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.