Polícia Federal prende ex-ministro Antonio Palocci em nova fase da Lava Jato

Operação investiga esquema de lavagem de dinheiro envolvendo a empreiteira Odebrecht

Foto: Wilson Dias/ABr

Ex-ministro Antonio Palocci é alvo da 35ª fase da operação Lava Jato | Foto: Wilson Dias/ABr

A Polícia Federal prendeu na manhã desta segunda-feira (26/9) o ex-ministro nos governos de Lula e Dilma, Antonio Palocci. A Operação Omertá, 35ª Fase da Lava Jato, cumpre, ao todo, 45 ordens judiciais.

Aproximadamente 180 agentes  cumprem 27 mandados de busca e apreensão, três de prisão temporária e 15 mandados de condução coercitiva nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

Nesta fase, a PF investiga indícios de relação criminosa entre Palocci e o comando da empreiteira Odebrecht. Investigações apontam o envolvimento direto do ex-ministro junto ao Grupo Odebrecht para favorecimentos ilícitos em contratações com o poder público, também tendo sido pessoalmente beneficiado com parte dos valores desviados.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.