Polícia Federal faz buscas no DF e ex-senador é preso no Pará por caixa 2

Luiz Otávio Campos (MDB) teria intermediado pagamento de R$ 1,5 milhão para atual governador do Pará, Helder Barbalho (MDB)

Luiz Otávio Campos, empresário e político brasileiro filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (MDB).
Foto: Reprodução.

A Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Fora do Caixa, desdobramento da Operação Lava Jato. Na manhã desta quinta-feira, 9, os agentes cumpriram dois mandados de prisão temporária e seis de busca e apreensão em Brasília, Palmas (TO) e Belém (PA). Durante a ação, o ex-senador Luiz Otávio Campos (MDB) foi preso no Pará, sob suspeita de intermediar pagamentos de caixa dois.

A investigação dos crimes iniciou com depoimentos colhidos em delações premiadas de executivos da Odebrecht. De acordo com os relatos, R$ 1,5 milhão foi pago para o atual governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), quando ele ainda era candidato nas eleições de 2014. A operação teria sido intermediada pelo ex-senador.

Os suspeitos investigados na Operação Fora do Caixa são acusados de falsidade ideológica eleitoral, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.