Polícia Federal deflagra Operação Cosplay em Goiás e no DF

Ação combate crimes de falsidade ideológica e lavagem de dinheiro envolvendo comércio de carros usados

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, 17, a Operação Cosplay, que combate crimes de falsidade ideológica e de lavagem de dinheiro envolvendo a compra e venda de veículos usados no Estado de Goiás e no Distrito Federal.

Cerca de 120 Policiais Federais cumprem 31 mandados de busca e apreensão em Águas Lindas de Goiás, Valparaíso, Brasília e mais 11 cidades do Distrito Federal, duas medidas cautelares de sequestro de veículos e de bloqueio administrativo junto ao Detran, além das quebras dos sigilos bancários e fiscais dos envolvidos.

Durante as investigações constatou-se a movimentação bancária de empresas fictícias em nome de “laranjas” que cediam seus nomes mediante pagamento para serem utilizados nas atividades empresariais fraudulentas.

Também foi constatada a ocultação de patrimônio através de registros de propriedades de veículos automotores em nome de terceiros junto ao órgão de trânsito, praticando o crime de lavagem de dinheiro através do comércio de veículos usados.

O principal investigado foi preso em flagrante pela Polícia Federal em outubro de 2017 por receptação de cargas de 72 TVs roubadas e, além disso, foram descobertas fortes evidências de que o mesmo teria envolvimento com a prática de falsidade ideológica, movimentando contas bancárias em nome de terceiros, além de gerir empresas fictícias.

Os investigados responderão pelos crimes de falsidade ideológica e de lavagem dinheiro, com penas que podem chegar a 10 anos de reclusão.

Cosplay

O nome é uma referência ao termo da língua inglesa Cosplay, que designa a representação de personagem com a utilização do vestuário que lhe caracteriza e deu nome à operação em referência à utilização de “laranjas” para ocultarem as verdadeiras identidades.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.