Polícia Federal deflagra 38ª fase da Operação Lava Jato

Jorge e Bruno Luz são alvos de mandados de prisão preventiva. Segundo investigação, pai e filho atuavam na pagamento de propina na Petrobrás

Nova fase da operação cumpre 15 mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva | Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (23/2) a Operação Blackout, 38ª fase da Operação Lava Jato. Foram cumpridos, no Rio de Janeiro, 15 mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva contra os operadores financeiros Jorge Luz e Bruno Luz.

Pai e filho foram presos e responderão pelos crimes de corrupção, fraude em licitações, evasão de divisas e lavagem de dinheiro, entre outros.

Segundo investigações, os operadores financeiros atuavam como facilitadores na movimentação de recursos indevidos pagos a integrantes de diretorias da Petrobras.

Segundo informações da PF, o nome da operação é uma referência ao sobrenome dos operadores financeiros do esquema criminoso que envolve a Petrobras. O objetivo é mostrar a interrupção da atuação dos investigados como representantes do esquema.

Os presos serão levados para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Uma entrevista coletiva sobre a operação está marcada para as 10 horas na capital paranaense.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.