Polícia desarticula organização criminosa que atuava em jogos de azar, lavagem de dinheiro e contrabando

Ao todo, foram cumpridos nove mandados de prisão e 19 de busca e apreensão na cidade de Rio Verde e região

Foto: Divulgação

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), após seis meses de investigação, deflagrou nessa terça-feira, 9, a Operação Zerando a Banca, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada na prática de jogos de azar, lavagem de dinheiro e contrabando.

Ao todo, foram cumpridos nove mandados de prisão e 19 de busca e apreensão na cidade de Rio Verde e região.

De acordo com a Polícia Civil, um dos presos é o chefe do “jogo do bicho” na cidade. Na ação, foram fechados dois escritórios que funcionavam como lotéricas clandestinas. Foram apreendidos mais de 100 máquinas utilizadas nos jogos de azar e aproximadamente R$ 100 mil em dinheiro provenientes dos crimes, além de veículos, documentos referentes à contabilidade do grupo e outros materiais de interesse para a investigação.

A operação policial segue a diretriz da Polícia Civil e da Secretaria de Segurança Pública, no sentido de combater duramente essa prática criminosa. A Operação Zerando a Banca contou com o apoio da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE/GT3) e das unidades policiais da 8ª DRP de Rio Verde e 14ª DRP de Jataí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.