Polícia Civil retoma atividades do grupo reflexivo para autores de violência doméstica de forma virtual

Estudos mostram que não há reincidência entre os participantes em casos de violência doméstica à mulher, informa a PC

Liderada pelo Setor de Psicologia da 1ª Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher (Deam) de Goiânia, a Polícia Civil de Goiás retomou nesta terça-feira, 19, as atividades do grupo reflexivo virtual para homens autores de violência doméstica.

Em razão da pandemia, as atividades seguirão por meio de plataforma virtual. Conforme detalha a Polícia Civil, o grupo é uma proposta de intervenção para os casos de violência contra as mulheres, foco estabelecido pela Leia Maria da Penha, aprovada em 2006.

O projeto da Deam foi iniciado em 2016 e é considerado pioneiro na Polícia Civil de Goiás. Supervisionado pela delegada titular Paula Meotti, as atividades que aconteciam presencialmente agora passam ao modelo virtual.

Cada participante, encaminhado pela Justiça, foi atendido individualmente pelas psicólogas, recebeu informações sobre as regras, objetivos dos encontros, fatores éticos e a importância do sigilo. Os homens também receberam instruções sobre os meios tecnológicos necessários, como internet e aparelho celular compatível, para acessar o aplicativo de reuniões virtuais, informa matéria da PC.

Aqueles que se adequaram às condições necessárias, declararam seu comprometimento em participar. Ainda segundo a Polícia Civil, estudos mostram que não há reincidência entre os participantes em casos de violência doméstica à mulher.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.