Polícia Civil prende suspeitos de envolvimento em mortes de agentes prisionais

Policiais cumprem 8 mandados de prisão contra suspeitos de envolvimento no assassinato de dois agentes no início de janeiro

Foto: Divulgação PCGO

A Polícia Civil de Goiás deflagrou nesta terça-feira (6/2) operação para dar cumprimento a mandados judiciais no âmbito da investigação da morte de agentes prisionais em Anápolis. Ao todo foram expedidos 8 mandados de prisão e 9 mandados de busca e apreensão

Desde o início de janeiro, a Polícia Civil montou uma força-tarefa para investigar a morte de dois agentes penitenciários assassinados no mesmo dia, em duas ocasiões diferentes.

Eduardo Barbosa e Ednaldo Monteiro forma mortos no dia 2 de janeiro de 2018. Barbosa sofreu uma emboscada no bairro Boa Vista após ter saído do trabalho. Foram disparados mais de 30 tiros contra o agente. Ele tinha 24 anos e atuava como vigilante temporário no presídio da cidade.

Monteiro também foi assassinado a tiros dentro do seu carro quando saída da floricultura de propriedade de sua família. A vítima já tinha ocupado o cargo de supervisor da unidade prisional de Anápolis.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.