Polícia Civil prende dois suspeitos de homicídio em Goiânia

Um deles matou o genro após briga. Outro crime tem relação com o Comando Vermelho

Vítima e autor de assassinato em Goiânia em briga de facções | Foto: PC

A Delegacia de Investigações de Homicídios (DIH) prendeu dois suspeitos de envolvimento em assassinatos em Goiânia. Ambas as prisões foram feitas nesta sexta-feira, 4.

A primeira prisão foi de um homem, de 40 anos, que teria matado Gabriel Rodrigues da Silva, no dia 31 de outubro, no bairro São Carlos, na região noroeste de Goiânia.

Segundo a delegada Marcella Orçai, o suspeito planejou a morte de Gabriel, que era seu genro, porque ele brigava com frequência com a filha do autor. A garota relatava as constantes brigas ao pai, que chegou a ameaçá-lo algumas vezes. No dia 31 de outubro, no entanto, o homem foi de moto até Gabriel e disparou contra ele, que não resistiu e morreu.

Tráfico de drogas

O segundo caso envolve briga de facções de tráfico de drogas. De acordo com a delegada Marcella Orçai, Fábio de Jesus Moreira, de 31 anos, foi morto em uma emboscada por vender entorpecentes para o Primeiro Comando da Capital (PCC) e para o Comando Vermelho (CV) ao mesmo tempo. O crime ocorreu na quarta-feira, 2, no Jardim Curitiba.

A emboscada foi feita a mando de integrantes do Comando Vermelho que não aceitaram que Fábio fizesse negociação para as duas facções, já que supostamente ele já vendia a droga para o CV.

Francelino de Souza Pereira teria atraído a vítima dizendo que compraria droga para que, no encontro, Fábio fosse morto. O suspeito foi preso e deve responder por homicídio por motivo fútil e emboscada. A Polícia Civil ainda investiga o caso para tentar encontrar outros participantes da emboscada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.