Ações são realizadas nos estados do Espírito Santo (Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica), São Paulo (capital, Santos e Jaguariúna), Ceará (Fortaleza) e Alagoas (Maceió)

Na manhã desta terça-feira, 15, a Polícia Civil deflagrou a Operação Piànjú, que objetiva de desarticular um grupo criminoso com atuação interestadual e internacional ligado a acusados da Lava Jato.

As ações são realizadas nos estados do Espírito Santo (Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica), São Paulo (capital, Santos e Jaguariúna), Ceará (Fortaleza) e Alagoas (Maceió).

São 121 mandados judiciais sendo cumpridos: 18 mandados de prisão preventiva, 5 mandados de prisão temporária, 30 mandados de busca e apreensão, 23 sequestros de embarcações, 43 ordens judiciais de bloqueio de contas bancárias, 2 ordens judiciais de suspensão de atividades econômicas.

Dentre as ordens de busca e apreensão, há 12 imóveis, 3 veículos de luxo (Porsche Panamera, Maserati Granturismo S e Mercedes Benz GLA200FF), 12 motos aquáticas e 11 embarcações.

Os alvos são acusados de praticar os crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, falsificação de documentos públicos e particulares, inserção de dados falsos em sistemas informatizados, falsidade ideológica, estelionato e falsa comunicação de crime.

*Com informações da CNN Brasil