Polícia Civil conclui inquérito sobre caso de mulher abusada na UTI

Técnico de enfermagem foi flagrado por câmera de monitoramento do hospital e está preso desde a última terça-feira

Foto: divulgação/ Polícia Civil

A Polícia Civil informou nesta sexta-feira, 31, que concluiu o inquérito que investiga o abuso sexual cometido contra uma paciente em um hospital de Goiânia.

O caso ganhou repercussão nesta semana após uma enfermeira denunciar que escutou da paciente, internada na UTI, que havia sido estuprada pelo homem. Cerca de 10 dias após o relato, a mulher teve piora no quadro clínico e veio a óbito.

Segundo a Polícia Civil, a conclusão se deu em tempo inferior ao exigido por lei. A delegada representou pela prisão do autor no mesmo dia da instauração do inquérito, no dia 23, e o autor foi na última terça-feira.

Em nota os investigadores disseram não haver qualquer indício de prevaricação por parte da delegada, “que atuou com profissionalismo e êxito”.

“A Polícia Civil se solidariza com os pais da vítima, que são integrantes das forças de Segurança Pública, neste momento de fragilidade. A instituição reitera o seu compromisso pela busca da verdade real dos fatos e por uma atuação pautada pela legalidade e justiça”, afirma em nota.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.