Polícia apura possível falsificação de ingressos do jogo entre Atlético-GO e Palmeiras

Segundo informações da PC, centenas de pessoas compraram ingresso mas não conseguiram assistir à partida no Estádio Olímpico

Foto: Reprodução / Assessoria ACG

A Polícia Civil do Estado de Goiás investiga possível duplicação e falsificação de ingressos do jogo entre Atlético Goianiense e Palmeiras, que aconteceu na tarde do último domingo (15/10), no Estádio Olímpico, em Goiânia.

O delegado titular do 1° Distrito Policial (DP) de Goiânia, Isaías Pinheiro, instaurou procedimento após denúncias de infração contra o estatuto do torcedor. Segundo informações da polícia, centenas de pessoas compraram ingressos mas não tiveram acesso ao estádio.

Existem ainda denúncias de desrespeito ao direito de meia entrada de idosos e estudantes. Profissionais de Segurança Pública, que têm direito ao acesso a estádios públicos, também teriam sido impedidos de assistir à partida válida pela 28ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

A reportagem tentou contato com o delegado responsável pela investigação, mas não conseguiu até a publicação da matéria.

Por meio de assessoria de imprensa, o clube goianiense, responsável pela venda dos ingressos, afirma que o departamento jurídico está averiguando o ocorrido junto à Polícia Militar, Federação Goiana de Futebol e demais entidades responsáveis e se pronunciará assim que tiver mais informações.

O Estádio Olímpico tem capacidade para 13,5 mil espectadores e, segundo informações do Atlético Goianiense, não foram vendidos todos os ingressos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.