Polícia apreende adolescente suspeito de matar colega em Centro de Atendimento Socioeducativo

Circunstâncias do óbito serão esclarecidas pela Depai

Foto: Reprodução | Carlos Costa

A Polícia Militar apreendeu o adolescente suspeito de matar o menor C.E.O.S., de 15 anos, na noite desta quinta-feira, 6, no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Vera Cruz, de Goiânia. Os dois eram companheiros de alojamento.

Segundo informações preliminares, a vítima teria sofrido um corte na região da virilha e apresentava sinais de enforcamento. No entanto, as circunstâncias do óbito serão esclarecidas por meio de inquérito a ser produzido pela Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (Depai).

O adolescente foi encontrado ainda com vida, recebeu atendimento de uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu.

Case de Goiânia

A unidade é destinada ao atendimento dos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação, por período máximo de 3 anos, com funcionamento ininterrupto e capacidade para o atendimento de 158 adolescentes de ambos os sexos. 

Confira a nota divulgada pela Secretaria de Desenvolvimento Social sobre a morte no Case:

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, informa que o adolescente C.E.O.S., de 15 anos, teria sido assassinado pelo companheiro de alojamento – apenas os dois estavam no local.

Não havia sinais de violência aparente e nem registro de histórico de conflito entre eles, que já tinham dividido espaço no Centro de Internação Provisória (CIP) e estavam no Case desde o último dia 3 de junho. A identificação do adolescente suposto autor do homicídio não será divulgada, por motivo de segurança.

A ocorrência foi percebida por um agente de segurança, que notou uma situação de anormalidade no alojamento. Ao adentrar o mesmo, verificou que a vítima estava enforcada com um lençol no banheiro. O companheiro de cela aparentava estar agitado, embora tenha negado a princípio a autoria do crime.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada à unidade para prestar atendimento. Todavia, C.E.O.S. não resistiu e teve o óbito constatado por volta de 19h20. O alojamento foi isolado até a chegada da Polícia Técnico-Científica.

A investigação do caso está a cargo da Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (Depai). O suposto adolescente autor do homicídio foi apreendido em flagrante e está recolhido na Depai.

Logo que tomou conhecimento do caso, o secretário Marcos Cabral determinou ao diretor-geral do Grupo Executivo de Apoio à Criança e Adolescente (Gecria), Daniel Netto e os gerentes Sandro Lacerda e Wilson Oliveira que fossem ao local para acompanhar o caso de perto.

A família do menor vitimado foi notificada às 22h do mesmo dia. Logo pela manhã desta sexta-feira (7/6), o gerente do sistema socioeducativo, Sandro Lacerda e uma equipe multidisciplinar de assistente social e psicóloga esteve no Instituto Médico-Legal, prestando a assistência necessária aos familiares.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.