Policarpo nega abaixo assinado para exigir saída de Arhur Bernardes

O presidente da Câmara Municipal afirma que existe um desencontro entre o Legislativo e o Paço Municipal. “Estamos tentando resolver”

Em entrevista ao Jornal Opção, o presidente da Câmara de Goiânia, Romário Policarpo (Patriota), nega a existência de um abaixo assinado com pelo menos 25 assinaturas de parlamentares exigindo a saída do secretário de Governo do município, Arthur Bernardes. No entanto, Policarpo confirma a reunião com o prefeito Rogério Cruz (Republicanos), no Paço Municipal, na tarde desta quinta-feira, 12.

“O motivo da reunião é para tratar a data-base dos servidores do Executivo e do Legislativo. Queremos conversar com a prefeitura para entender o que eles desejam fazer. Em relação aos servidores do legislativo, a mesa diretora da Câmara pode resolver. Mas queremos conversar para fazer em conjunto”, afirmou.

Segundo Policarpo, não existe uma crise entre Paço e Câmara. Mas um problema visível. “O que a gente quer é detectar e resolver esse problema. O sentimento na Câmara Municipal é que o tanto o Rogério [Cruz] quanto o Arthur [Bernardes] tem tentado dar harmonia na Casa. É claro que uma hora ou outra vai ter desencontro. Estamos tentando resolver esse desencontro”, disse.

Em relação denúncias apresentadas, na tribuna, por Kleybe Morais (MDB), Romário diz que a situação está sendo apurada. Mas não há o que conversar com o prefeito sobre este assunto. “A função do vereador Keybe na Câmara Municipal ela é 100%. Agora, se existe algum problema no poder executivo é do próprio Rogério poder explicar o motivo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.