Eleições 2016: cúpula quer Euler Morais de volta ao PMDB

Maguito Vilela articula para bancar seu secretário ao Paço Municipal. Deputado federal Daniel Vilela e presidente do partido, Samuel Belchior, pressionam pela refiliação 

Maguito se reúne Euler e outros integrantes de comissão provisória | Foto: Jornal Opção/Arquivo

Maguito (à esquerda) se reúne com Euler e integrantes do PMDB | Foto: Jornal Opção/Arquivo

O PMDB de Aparecida de Goiânia se movimenta para formar novos quadros para as eleições municipais de 2016. Em reunião rápida com os integrantes da comissão provisória do partido na noite de quinta-feira (22/4) o prefeito Maguito Vilela pediu estímulo e divulgação dos nomes interessados em disputar cargos eletivos no Poder Executivo e Legislativo.

O objetivo é acelerar o máximo possível até setembro, inclusive com a formação do novo diretório até 30 de maio. E assim intensificar filiações e a busca de novas alianças, apesar do cronograma precoce.

E no alvo desta correria pode estar o economista Euler Morais, titular da Secretaria de Governo e Relações Institucionais, por qual Maguito demonstra preferência. No entanto, o auxiliar encontra-se na defensiva e afirma que prefere manter o foco na administração. Até mesmo porque não está filiado a nenhum partido. Mas milita no PMDB desde 1982.

Se tudo correr bem, o retorno à sigla poderá ser efetivado nos próximos dias. E a pressão tem sido grande, pois o presidente Samuel Belchior e os parlamentares Daniel Vilela e José Nelto já o sondaram. “Não quero ser candidato por mim mesmo, é preciso ter perspectivas concretas de eleição”, avalia, em entrevista ao Jornal Opção Online.

A comissão é presidida pelo procurador-geral do município, o ex-vereador e advogado Tarcísio Francisco dos Santos. O vereador Dr. Ezizio Barbosa, o ex-deputado Léo Mendanha e o empresário José Luiz Celestino formam o grupo. Mas o comando político é do ex-governador, que articula sucessor para sua cadeira.

As conversas têm sido amiúde e o recado é que quem tiver essa intenção, tem de ter compromisso com o PMDB. Aliado a isso, o nome a ser definido requer no currículo interlocução com a comunidade e bom apelo na campanha eleitoral.

Outro desafio é alcançar os altos níveis de popularidade de Maguito, que é de Jataí, mas tem Aparecida na palma da mão. O desenvolvimento de obras na saúde, infraestrutura urbana e educação de nível básico e superior projetam uma administração pensada anos à frente. E vale ressaltar o programa de modernização administrativa patrocinada pelo BNDES que visa qualificar servidores para atendimento ágil.

E a articulação perspicaz o permite ter boa relação com o Poder Legislativo, responsável por aprovar sem ressalvas projetos importantes para os aparecidenses e o Paço Municipal.

Também há interesse comum em se formar chapas competitivas para a Câmara Municipal. E de lá saem outros nomes competitivos para disputar a prefeitura, como o do presidente Gustavo Mendanha Melo, assim como outros secretários que ensaiam pré-candidatura.

Contudo, Maguito sabe que é cedo para se adiantar, mas que é preciso desenrolar o pano da cena política aparecidense para mostrar a capacidade de seu candidato que, se eleito, terá de prosseguir com sucesso o seu programa de governo.

Deixe um comentário