PM suspeito de sequestrar e estuprar menores teria extraviado prova durante prisão, aponta MP

Caso corre em segredo de justiça para preservar a intimidade das vítimas

Foto: Reprodução

Segundo informações do Ministério Público de Goiás, existem indícios de que o policial militar Cristiano Silva de Macena, suspeito de sequestrar e estuprar duas menores, teria extraviado uma prova durante a sua prisão. A conduta foi apontada pelo promotor Fabrício Lamas Borges da Silva para fundamentar o pedido de conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva.

Entre outros motivos indicados pelo promotor no pedido de conversão da prisão, inclui-se a gravidade concreta dos fatos, periculosidade demonstrada pelas condutas do investigado e o risco que a liberdade dele traz para a instrução processual.

O caso está sendo acompanhado de perto pelo MP-GO e corre em segredo de justiça para preservar a intimidade das vítimas.

Entenda

O policial militar Cristiano Silva de Macena foi preso em flagrante na quarta-feira, 23, suspeito de sequestrar, durante a madrugada, duas menores — uma com 11 e outra com 12 anos — e de estuprá-las em seguida, entre outros fatos.

Na quinta-feira, 24, o Ministério Público de Goiás, por intermédio da promotoria de justiça em plantão na comarca de Rio Verde, protocolou pedido de conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva. (Com informações do MP-GO)

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Daniel

Será que vai ter homem na cadeia para mostrar para esse marginal como é bom?