Plataforma de atendimento psicológico ofertada pelo Governo Estadual já realizou mais de mil consultas

Por telefone ou por chat online, pacientes e profissionais da Saúde podem acessar apoio e tirar dúvidas

Mais de mil pessoas passaram por atendimento psicológico durante enfrentamento à Covid-19 em Goiás. O detalhamento do Governo Estadual divulgado nesta sexta-feira, 19, destaca empenho junto a saúde mental de pacientes, pessoas suspeitas da doença e profissionais da Saúde.

Os grupos têm à disposição equipe multidisciplinar, que de acordo com o governo buscam reduzir os danos mentais provocados pela crise sanitária. A partir da Central de Orientações (Cori), fica disponibilizado por telefone ou chat, acolhimento psicológico.

Os dados da Cori mostram que já foram finalizados 1.108 monitoramentos e que 119 estão em andamento. Esses números englobam 32 casos confirmados, 570 suspeitos, 611 não notificados e 13 de pessoas que mantiveram contato próximo com doentes infectados pelo coronavírus.

Além disso, foram registrados 650 telefonemas com dúvidas gerais da população. A central é coordenada pela Superintendência de Saúde Mental da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e dispõe de psicólogos, enfermeiros e assistentes sociais, treinados pela organização internacional “Médicos sem Fronteiras”, e capacitados pela equipe de Saúde Mental da SES.

É possível acessar ao serviço pelo telefone 3201-9300 ou pelo chatbot Vitória, que utiliza inteligência artificial no site www.saude.go.gov.br/coronavirus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.