Plano Estadual de Recursos Hídricos é apresentado em Goiás

Evento contou com participação do titular da Secima, Vilmar Rocha, ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira e governador Marconi Perillo, além de outras autoridades

Titular da Secima, ministra do Meio Ambiente e governador lançam Plano Estadual de Recursos Hídricos | Foto: Wagnas Cabral

Titular da Secima, ministra do Meio Ambiente e governador lançam Plano Estadual de Recursos Hídricos | Foto: Wagnas Cabral

A Secretaria de Cidades e Meio Ambiente (Secima) promoveu, nesta quinta-feira (26/3), evento para apresentar o Plano Estadual de Recursos Hídricos (PERH), que dá as diretrizes, caminhos e referências do que será realizado e orienta os usuários da água quanto ao uso deste recurso nos próximos 20 anos.

A solenidade contou com as presenças da ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira, o governador Marconi Perillo (PSDB), do presidente da Agência Nacional das Águas (ANA) Vicente Andreu, além do titular da Secima, Vilmar Rocha. Na ocasião, Marconi afirmou que o Estado tem reservas que garantem o abastecimento de água pelo menos até 2050.

O governador destacou a importância do PERH que faz “todo um diagnóstico das áreas mais suscetíveis em relação a questão hídrica”. “Selecionamos as 25 mais críticas, 48 intermediárias e as 172 que não precisaremos ter preocupação nos próximos anos”, explicou.

O secretário de Cidades e Meio Ambiente ressaltou a importância da população em participar de ações de preservação da água, como aconteceu na elaboração deste plano.  Em várias regiões do Estado foram realizadas consultas públicas durante todo o ano passado.

Izabella Teixeira destacou que percebeu uma mobilização grande da população de Goiás para as questões hídricas. “Há um interesse da sociedade goiana de entender que preservando o meio ambiente você assegura a oferta de água. Saio daqui com  a certeza que estamos indo em uma nova direção em que o País vai se mobilizar para a prevenção”, afirmou.

O evento ainda contou com o lançamento dos editais do programa Produtor de Água e do Nascentes Vivas. Além disso, foi anunciado que Caldas Novas sediará o Encontro Nacional de Bacias Hidrográficas (Encob), de 4 a 9 de outubro próximo.

O Produtor de Água objetiva estimular o produtor a adotar práticas que contribuam para preservação das nascentes, melhoria da qualidade da água e redução da erosão. As ações do programa devem ser desenvolvidas na bacia do João Leite e têm investimento de R$ 3 milhões.

Já o Fundo Estadual de Meio Ambiente (Fema) conta com investimentos de R$ 3 milhões e busca proteger as nascentes através do reflorestamento de áreas degradadas. Diferentemente do Produtor de Água, este programa beneficia produtores de outras regiões, prefeitura e a sociedade civil.

O objetivo do Encob é discutir as diretrizes para a evolução do sistema para questões do uso da água e o desenvolvimento do Estado. A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, ressaltou que eventos como este dão visibilidade e o dever de olhar para o futuro.

No evento, também foi realizada a segunda edição da entrega da Comenda Berço das Águas, um reconhecimento do Estado de Goiás àqueles que se destacam na defesa e proteção dos recursos hídricos.

Este ano foram homenageados o presidente da Agência Nacional da Água, Vicente Andreu; a ex-secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Rio Verde, Marion Kompier; o ex-presidente do Comitê da Bacia do Meia Ponte, Marcos Correntino e o produtor rural e ambientalista Fábio Santos.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.