Plano Diretor: “Não sei nem se iremos votá-lo”, diz presidente da Casa

Alguns vereadores acreditam que momento eleitoral pode contaminar discussão do projeto; Decisão será tomada após fim do recesso parlamentar 

Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

Ao ser questionado sobre a previsão de votação do Plano Diretor na Câmara Municipal de Goiânia, o presidente da Casa, Romário Policarpo (Patriota), foi enfático: “Não sei nem se iremos votá-lo”. O vereador diz que irá dialogar com os demais parlamentares após o fim do recesso, para que juntos decidam se a votação ainda é viável em 2020.

“Caso seja viável aí sim vamos discutir prazos e datas”, defende Policarpo, ao pontuar que alguns vereadores têm o entendimento de que não é salutar para Goiânia discutir o Plano Diretor no momento eleitoral. “É uma discussão muito técnica que não pode ser levada para o campo político”, complementa o presidente da Casa.

Segundo Romário, esse também é o seu pensamento, mas a decisão final será tomada em conjunto. Para ele, deixar de votar o projeto no próximo ano não traria prejuízos à cidade. “Até porque temos um plano vigente, e essa é uma correção. Mas agora é o momento para que todos os vereadores reflitam, até eu mesmo. E quem sabe posso até mudar de ideia e apostar que seja possível aprovar o projeto em 2020”, assegura.

Policarpo adianta ainda que a contratação de uma empresa de consultoria para auxiliar a Casa na analise do plano só será efetivada caso a decisão seja de que a matéria tramite no próximo ano. “Não faz sentido contratar a empresa se o plano não for ser votado”, conclui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.