Mães de baixa renda poderão ter auxílio creche prevê projeto de governo de Samuel Almeida

De acordo com candidato à prefeitura pelo Pros, investimento seria temporário, até que fossem construídos novos CMEIs que atendessem à demanda. Custo anual do projeto é de R$28,8 milhões

Foto: Reprodução

O candidato à prefeitura de Goiânia pelo Pros, Samuel Almeida, informou um de seus projetos do plano de governo, caso seja eleito no pleito de 2020. Entre as propostas, está a criação do “vale creche”, no valor de R$300 para beneficiar ao menos oito mil mães de baixa renda que não conseguem vagas em centros municipais de educação infantil (CMEIs).

O valor do projeto nos cofres públicos é de R$2,4 milhões ao mês, ou R$28,8 milhões por ano. Simultaneamente, o candidato afirma que pretende investir na construção de novas unidades que atenderão à essas famílias após inauguradas.

“Goiânia tem capacidade para garantir essa medida como solução a curto prazo, mas vamos, também, ter a responsabilidade de construir em ritmo acelerado e entregar novos CMEIs logo no primeiro ano de governo”, afirmou o postulante à prefeitura, que atuou como secretário de governo durante a gestão de Iris Rezende.

Para garantir os recursos do vale creche, Samuel pretende implementar medidas econômicas para aumentar a receita do município, mas também pretende conseguir aumentar os recursos do Programa de Apoio a Novas Turmas de Educação Infantil do Fórum Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Ministério da Educação. O projeto tem objetivo de custear a educação de crianças da educação infantil, inclusive em escolas conveniadas com o poder público.

Entre as regiões mais carentes de novas vagas, estão as regiões Noroeste e Oeste. Para construir um CMEI para cerca de 150, o custo médio é de R$4 milhões, segundo dados da Prefeitura. Para beneficiar oito mil alunos, 54 CMEIs deveriam ser implementados. Os investimentos estimados seriam em R$216 milhões.

“No primeiro ano, vamos zerar esse banco de dados e pedir para as mães cadastrarem sua demanda no seu bairro. Assim, teremos um raio-x preciso para construir novas unidades de CMEIs e pode ser que esse redesenho aponte até que não há necessidade de todas as 54 unidades”, afirmou o candidato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.